A importancia da linguagem

 

 

A nivél mental nós damos muita importancia ao que dizemos ou ao que ouvimos.

Damos-lhe tamanha importancia que por vezes não ligamos á forma de como dizemos e a postura que apresentamos através da nossa "Linguagem Corporal".

 

Através das palavras que utilizamos para construir o nosso dialogo que poderá despertar sensações e sentimentos tanto a quem se destina como a nós próprios.

Embora a intrepretação de quem recebe a mensagem pode ser diferente do que estavamos a tentar passar.

 

Existe no nosso vocabulário palavras que a mente subconsciente não "assimila" e que nós- a nossa parte consciente- dentro da construção da palavra entendemos o sentido que nos foi transmitido ou idealizado.

 

Uma destas palavras é o "NÃO".

 

Nesta frase: "Não te esqueças de trazer o livro." a ideia principal que é acimilada pelo lado consciente.

Mas o subconsciente entende "te esqueças de trazer o livro." e acabas por esquecer do livro.

 

Isto é valido em todos os dialogos externos ou internos.

 

Se queres que seja acimilada uma informação tens que ser directo na tua intenção.

Por exemplo: em vez de dizeres "Não te esqueças de trazer o livro." quando queres que a pessoa se lembre de o trazer. Diz antes "Lembra-te de trazer o livro."

 

Foste directo, verdadeiro e sem rodeios.

 

O que te leva, em muito, a contornar com o discurso é o sentimento de aceitação que as pessoas possam ter daquilo que tu dizes. Por isso fazes rodeios, és menos verdadeiro e mandas indirectas.

 

Mas isto não é directionado para o engate mas para todo o nosso quotidiano.

 

No engate temos que ser naturais. Se não fores assim, também escusas de usar nas ocasiões de engate.

A mentira tem sempre pernas curtas.

 

Saindo para o engate